Valdemar anda mais uma vez a faltar a verdade.

Publié le par FACE OBSCURA DA LEI

O parasita do Valdemar com a colaboração de alguns mafiosos de Cantanhede, declara falsamente que jà ganhou a passagem.

 

Este gajo continua a fazer das pessoas bestas, pois ele ainda não sabe que nao pode ganhar esta questão?

 

Seria bom que o parasita e o seu advogado estudà-sem um pouco de direito civil......pois esta guerra poderia ser evitada se as regras de deontologia fossem respeitadas.

 

Tenho a declarar que muitos dos intervenientes no meu conflito até 2009, nunca respeitaram os seus deveres como funcionàrios publicos, o Procurador Adjunto Nuno salgado até continuou os seus crimes de prevaricação em 2010.

 

Se houve-se pessoas sérias e inteligentes, podia-se logo no inicio em 2004 obter pelo trancamento da acção civil, que os incompetentes dos advogados meteram por causa de dinheiro, trancamento feito por ausência de justa causa, porque a servidão é desnecessària,e eu tenho sempre o direito de exigir a mudança da passagem em causa, para sitio diferente!!.

 

Effectivamente, éra bom que os idiotas que tem patrocinado esta causa injusta e o juiz Manuel Figueiredo que se fartou de privaricar e penso que privaricou neste processo, respeità-sem a lei e o Codigo Civil Portugues.

 

Para além de saberem  perfeitamente que o parasita não tem qualquer direito de passagem, porque as pessoas que me venderam foram categoricas e firmes até me assinaram no contrato promessa de compra e venda o seguinte:

"a primeira outorgante declara expressamente que o prédio não se encontra onerado com qualquer servidão de passagem, sem a favor de quem for, do seu lado norte" 

tambem nasci a poucos métros e fui criado até aos meus 15 anos e sei perfeitamente por onde é a passagem  de origem para a vinha do parasita do Valdemar..

 

Nao consigo compreender o porquê do Parasita ter convocado prova testemunhal falsa?

 

Neste caso nem testemunhas seriam necessàrias se houvessem pessoas honestas, inteligentes e de boa fé, e não parasitas de funcionàrios mafiosos e incompetentes,

                                  a guilhotina deveria éra de marchar nestas circunstãncias!!.

 

 MESMO ASSIM RECORDO NOVAMENTE O QUE O CODIGO CIVIL DIZ E O QUE EU ESCREVI AO PARASITA NO DIA 18/10/2004: 

 

ARTIGO 1550º

(Servidão em benefício de prédio encravado)

  1. Os proprietários de prédios que não tenham comunicação com a via pública, nem condições que

permitam estabelecê-la sem excessivo incómodo ou dispêndio, têm a faculdade de exigir a

constituição de servidões de passagem sobre os prédios rústicos vizinhos.

 

Soluçao n°1

  O parasita e o seu advogado sabem perfeitamente desde de 2004, que tem condiçoes que lhe permetem estabelecer sem excessivo  incomodo ou dispendio a passagem sobre o seu prédio urbano com estrada a norte e com caminho a sul, alias como todos os vizinhos o sabem, OU SAO IGNORANTES?

                                                                                                  ....................

 

ARTIGO 1551º

(Possibilidade de afastamento da servidão)

  1. Os proprietários de quintas muradas, quintais, jardins ou terreiros adjacentes a prédios urbanos

podem subtrair-se ao encargo de ceder passagem, adquirindo o prédio encravado pelo seu justo valor.

2. Na falta de acordo, o preço é fixado judicialmente; sendo dois ou mais os proprietários

interessados, abrir-se-á licitação entre eles, revertendo o excesso para o alienante.

 

  Soluçao n°2

O parasita e o seu advogado sabem perfeitamente que eu ainda pretendo pacificamente como em 2004 e tenho todo o direito de subtrair-me ao encargo de ceder a passagem adquirindo o prédio encravado pelo seu justo valor!!....  Nao o sabiam ou queriam guérra para ganharem mais dinheiro!!!!!

 

                                                                                               ...........................

ARTIGO 1553º

(Lugar da constituição da servidão)

 A passagem deve ser concedida através do prédio ou prédios que sofram menor prejuízo, e pelo

modo e lugar menos inconvenientes para os prédios onerados.

 

Soluçao n°3

  O parasita e o seu advogado sabem perfeitamente, como ficou claramente exclarecido em 2004 e 2005 e ainda posso pacificamente, porque tenho o direito, de conceder a passagem através do angulo do meu prédio 1212, desta forma eu sofro menor prejuizo e é normal que eu não deixe que um parasita abuse e faça uma linha de separação da propriedade onde nasci...,     

                                                                                             

......................

ARTIGO 1568º

(Mudança de servidão)

 

1. O proprietário do prédio serviente não pode estorvar o uso da servidão, mas pode, a todo o

tempo, exigir a mudança dela para sítio diferente do primitivamente assinado, ou para outro prédio,

se a mudança lhe for conveniente e não prejudicar os interesses do proprietário do prédio

dominante, contanto que a faça à sua custa; com o consentimento de terceiro pode a servidão ser

mudada para o prédio deste.

2. A mudança também pode dar-se a requerimento e à custa do proprietário do prédio dominante, se

dela lhe advierem vantagens e com ela não for prejudicado o proprietário do prédio serviente.

3. O modo e o tempo de exercício da servidão serão igualmente alterados, a pedido de qualquer dos

proprietários, desde que se verifiquem os requisitos referidos nos números anteriores.

 

Soluçao n°4

O parasita e o seu advogado sabem perfeitamente como ficou claramente exclarecido em 2004 e 2005, que nem que houvesse servidão primitivamente assinada, "que não é o caso evidentemente",  posso a todo o tempo exigir a mudança dessa servidão  para sitio diferente. Ou não tenho esse direito!! 

 

......................

CAPÍTULO V

Extinção das servidões

 

ARTIGO 1569º

(Casos de extinção)

1. As servidões extinguem-se:

a) Pela reunião dos dois prédios, dominante e serviente, no domínio da mesma pessoa;

b) Pelo não uso durante vinte anos, qualquer que seja o motivo;

c) Pela aquisição, por usucapião, da liberdade do prédio;

d) Pela renúncia;

e) Pelo decurso do prazo, se tiverem sido constituídas temporariamente.

2. As servidões constituídas por usucapião serão judicialmente declaradas extintas, a requerimento

do proprietário do prédio serviente, desde que se mostrem desnecessárias ao prédio dominante.

3. O disposto no número anterior é aplicável às servidões legais, qualquer que tenha sido o título da

sua constituição: tendo havido indemnização, será esta restituída, no todo ou em parte, conforme as

circunstâncias.

4. As servidões referidas nos artigos 1557º e 1558º também podem ser remidas judicialmente,

mostrando o proprietário do prédio serviente que pretende fazer da água um aproveitamento

justificado; no que respeita à restituição da indemnização, é aplicável o disposto anteriormente, não

podendo, todavia, a remição ser exigida antes de decorridos dez anos sobre a constituição da

servidão.

5. A renúncia a que se refere a alínea d) do nº 1 não requer aceitação do proprietário do prédio

serviente.

 

Soluçao n°5

  O parasita e o seu advogado sabem perfeitamente muito bem, que nem que houvesse servidão primitivamente assinada e até mesmo as servidões constituídas por usucapião serão judicialmente declaradas extintas, a requerimento do proprietário do prédio serviente, desde que se mostrem desnecessárias ao prédio dominante, pela reunião dos dois prédios, dominante e serviente, no domínio da mesma pessoa,

 Como toda a gente vizinha o sabe o parasita tem dois prédios servientes a via publica e são confinantes com o seu prédio dominante.............

 

MAS OS BANDIDOS  DE CANTANHEDE DECIDIRAM ME CARREGAR COM PROCESSOS CRIMES E SO QUERIAM DINHEIRO COM PROVA TESTEMUNHAL FALSA E ACABARAM POR ME FAZER DEIXAR TUDO ABANDONADO!!!

 

 

GRANDE VITORIA SEUS FILHOS DA PUTA, FORA A VOSSA MAE QUE NAO DEVE DE TER CULPA, POR TER METIDO AO MUNDO TAIS BESTAS.

 

Concerteza que devem de estar com muito orgulho do vosso trabalho antideontologico que me impediu de criar emprego e ajudar o pais a sair da crise com as minhas economias, mas prometo que vão ganir.....

 

Uma das frases que me incentivou a cometer a maior falta minha vida:

 

  O Presidente da República apela à ajuda dos portugueses no estrangeiro para o crescimento da economia. “Invistam em Portugal, – pede Cavaco Silva, – e ajudem as empresas portuguesas a exportar mais. A mensagem do Presidente da República para as comunidades portuguesas, por ocasião do Dia de Portugal, passa ainda por um apelo à união de todos, nesta altura crucial para o país.

 

A unica falta dolorosa perante a minha honra e grave que cometi, foi ter escutado os politicos portugueses e tentar ajudar Portugal conforme foi pedido vàrias vezes e recentemente pela múmia do vosso P.R .

 

Fernando Sergio

Publié dans PASSAGEM

Commenter cet article