Acusaçao do MP a meu encontro

Publié le par FACE OBSCURA DA LEI

Acusaçao do MP arquivada na terça feira (6 de novembro 2007) pelo Tribunal de Cantanhede.

O Ministério Publico tinha deduzido acusaçao de um crime de difamaçao agravado, a meu encontro.

A favor do advogado do meu vizinho "Valdemar da Cruz", o Mendes Gaspar pelo facto de eu ter colocado no meu terreno uma placa com os dizeres:

"corrupçao  ou se acaba com ela, ou ela acaba com o pais",

Este Mendes Gaspar considerou "estes dizeres" uma ofensa e injuria a seu encontro !!!!!!!!!!!!!

E apresentou queixa contra mim,

O Procurador Adjunto, dr Nuno Miguel Pinto da Silva Salgado, acusou-me de imediato de eu ter praticado um crime de difamaçao agravado,

Por causa da sua posiçao,

e depois desta acusaçao, este Procurador Adjunto, jà teve duas participaçoes na Procuradoria Geral da Républica, e na Inspecçao do Conselho Superior do Ministério Publico.

E preparo uma terceira participaçao, por causa desta acusaçao.

"A vida custa a todos........................................... 

O problema simples do caminho,"como dizia" tambem chega para ele !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"
 
Restou ao Tribunal de Cantanhede arquivar este processo, por falta de prova, como eu jà tinha previsto,


O Ministério Publico de Cantanhede devia de saber que o meu combate a corrupçao, contra este gravissimo fénomeno criminoso, é justificado,  

A corrupçao, para além de ser uma ilicitude, é ,acima de tudo injusta, fazendo valer o interesse de alguns sobre o interesse de muitos, fazendo hipotecar, muitas das vezes, o futuro das  novas geraçoes,

por isso, a corrupçao, deve de ser travada ao nivel da consciencia individual e tambem colectiva.

Estes magistrados que representam o Estado nao podem ignorar que é extremamente importante sensibilizar o publico para as consequencias da corrupçao.

E que os dizeres da minha placa, é uma mensagem de prevençao.
 
Alias,

actualmente està placa està acompanhada por outras, para um apelo à cidadania responsàvel,  

que deve de participar neste combate a corrupçao e ao trafico de influencias. 

Por estas razoes que no dia 6/11/2007 o juiz de instruçao "de uma maneira imparcial" do Tribunal de Cantanhede decidiu arquivar a acusaçao do Ministèrio Publico contra mim.

" O plano arquitectado pelo:  MP eo advogado Gaspar Mendes,  nao deu certo !!!!!!!!!!!!!!, 

porque infelizmente para eles, eu sai do (controle)  da famosa
   sa convivencia"

UMA VERGONHA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Por causa da posiçao do Ministério Publico,  jà apresentei uma queixa no Parlamento Europeu,

sendo tomada seriamente em consideraçao.

Sucede que tenho que reagir novamente, contra o Ministério Publico, processando novamente o Estado Portugues, no Tribunal Administrativo de Coimbra, para ser indemnizado.

Em causa està a violaçao dos meus direitos de liberdade de expressao e de cidadania no combate a corrupçao, 

admito, e garanto levar o meu caso ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, faço isto em defesa da cidadania, da liberdade de expressao, 

e para o respeito do direito dos cidadaos a intervirem contra o fenomeno gravissimo da corrupçao instalada em Portugal. 

Pois é nestas circunstancias que eu nao posso parar de lutar, nem dar tréguas a estas injustiças,

 Fernando Sérgio

Publié dans MINISTERIO PUBLICO

Commenter cet article