CARTA 19 04 07

Publié le par FACE OBSCURA DA LEI

Fernando Sérgio GOMES LOPES

France

                                                                  CARLOS NAVEGA MOREIRA

                                                                  ADVOGADO

                                                                  Rua do Palacio da Justiça n°5

                                                                  3060-208 CANTANHEDE

                                                                  Portugal

 

Correio Registado + mail

Assunto: seu mail do 17/04/07 as 18h23

Data : 19/04/2007

 

                                              

                    Exmo  senhor Doutor,

 

Acuso recepçao do seu mail en data do 17/04/07 às 18h23, recebi o despacho de arquivamento e acusaçao que concerna o processo n° 483/04.06BCNT, (nesta notificaçao o Sr sabe muito bem que esta so notificava a acusaçao das arguidas), pois requiro a prova da notificaçao por via postal registada dos processos en reclamaçao, constato que o Senhor esta a brincar comigo, quando no seu conteudo me envia um despacho que concerna o Militar ------------------------!!!.

 

Pois repito que requiro a prova dos verdadeiros despachos de arquivamentos e que sejam respectivamente motivados pelos serviços do Ministério Publico de Cantanhede, que concernam os processos em questao, que foram arquivados injustamente e ilegalmente pelos orgaos do Tribunal, pois volto a repetir que eu preciso saber quais os motivos porque é que foram arquivados.

 

Pois sabe perfeitamente que o despacho referido no que diz: (junto seguem anexos) é completamente falso e que nao tem nada a ver com as minhas reclamaçoes, entao, ainda continua a me atirar areia nos olhos??.

 

Volto-lhe a recordar que um advogado acomodado é uma inexistencia!, e ainda pior, é um osbtaculo à realizaçao e consecuçao do sobredito Estado de Direito.

 

 

 

 Jà agora aproveito, o que concerna o Militar ----------, para lhe dizer que se houve excesso empregado na minha participaçao ao encontro deste Militar, resultado de perturbaçao nao censuraveis, dado ao seu recuso formal de fazer a devida participaçao, obedecendo esta aos criterios da legalidade, pois o informo que, se perder-mos no recurso do Tribunal da Relaçao de Coimbra, sera da inteira responsabilidade do meu ilustre mandatario e Procurador, porque deveria ser ele a fazer essa participaçao, mas este sempre recusou, isto por causa da sua famosa sa convivencia!!!

 

Pois é do dever do advogado protestar contra violaçoes de direitos humanos e combater as arbitrariedades de que tiver conhecimento no exercicio da profissao (art n°13 do codigo deontologico).

 

Entretanto, aconselho que declare o sinistro à sua companhia de seguros sobre a sua responsabilidade civil profissional que concerna o processo do militar.

 

Reafirmo os termos de todos os meus precedentes correios....e, impaciente, continuo à espera das famosas provas.....

 

Subscrevo-me com elevada consideração.

 

        

                                                        Fernando Sergio Gomes Lopes

 

 

Publié dans MEU ADVOGADO

Commenter cet article