CARTA 28 11 06

Publié le par FACE OBSCURA DA LEI

DSC03521.JPG


Sr. Fernando Sergio GOMES LOPES

France

 

 

 

Exmo Sr: o Bastonário do Conselho Distrital da Ordem dos Advogados de Coimbra

                                                                       PALACIO DA JUSTICA

                                                                       3004-502 COIMBRA                                                                                                         PORTUGAL

 

 

Carta registada com AR                             

Assunto : participação de actos e                     28 novembro de 2006

atitudes praticados completamente

ilícitos, estando em completa infração

com a ética e o código de deontologia

dos advogados.                                                                                                                                            

                       

Exmo Senhor,

 

Dando seguimento a minha participação en data de 12 de abril de 2006, contra o advogado------------------- CANTANHEDE por actos e atitudes praticadas completamente ilícitos que deu origem ao processo de inquérito n°209/06-1 oficio n°1630.

 

Informo que este advogado em questão, em represália a esta participação, apresentou queixa diante da Guarda Nacional Republicana, denunciando que uma placa que eu apliquei na minha propriedade com a expressão “corrupção ou se acaba com ela ou ela acaba com o país” que lhe era destinada.

 

Processo onde sou arguido n°167/06.4TACNT (ver copia junto) futuramente pretendo provar que estou a ser victima de crime de denuncia caluniosa.

 

Também en represalia na tarde do dia 02/11/06, en audiencia de julgamento no processo n°294/05.5 GBCNT e com gravação de prova o denunciado tentou alterar a expressão genuina do conhecimento da testemunha ( Sr ------) ao afirmar que o arguido (eu) tinha dito no dia 19/11/04 que o agente da GNR (queixoso) estava comprado, insistindo varias vezes sobre esta expressão falsa ...

 



Pois é defeso ao advogado expôr os factos em juizo falseando deliberadamente a verdade estribando-se na ma fé em represália a minha participação do
12/04/06, o denunciado tentou alterar a verdade dos factos com as suas palavras (comprado) o que nao é sequer compatível com a função social do advogado, sabendo ainda que os grandes principios deontologicos presentes no EOA, e de correntes entre outros, do art: 76, são a independencia, a dignidade, a proibidade, a isenção, o respeito pela verdade, a lealdade, a urbanidade e a confraternidade, pois o advogado tem que ser sério e justo.

 

Em consequência, do comportamento do denunciado que pratica uma atitude desiquilibrada completamente desfasada da realidade, restou-me apresentar também queixa diante da GNR em data de 28/11/06 (ver queixa junta).

 

Desejo que estas declarações sejam anexadas ao processo de inquérito n° 209/06-1 afim de serem examinadas, pois este comportamento é ílicito e contrario à lei.

 

O denunciado esta ciente de que o juízo e os factos imputados sao adequados a lesar os meus sentimentos de honra e a minha consideração social.

 

Aguardando a sua actuação em conformidade,

 

Queira receber os meus sinceros cumprimentos.

 

 

                                                                                              O participante

                                                                                   Fernando Sérgio Gomes Lopes

 

 

 

Publié dans ADVOGADO ADVERSO

Commenter cet article