CARTA 10 10 05

Publié le par FACE OBSCURA DA LEI

DSC03532.JPGSr Fernando Sergio Gomes LOPES

                                                                                MUNICIPIO DE CANTANHEDE

CAMARA MUNICIPAL

Sr -----------
       Appartado 154

3061-909 CANTANHEDE

PORTUGAL

 

 

 de 10 Outubro de 2005

Carta registada

 

Assunto : Contestação as respostas das reclamações N° 7 e 8

 

 

Caro Senhor,

 

Faço seguandamente a minha reclamação N° 7 e 8 apresentadas nos dias 22 de agosto e 29 de setembre do ano corrente.

 

Pela presente letra venho contestar as respostas dadas às referidas reclamações efectuadas pelo director do departamento de urbanismo por delegação de competencias a Exmo. Senhor------------.

 

Contesto a resposta da reclamação n°7. Aconteçe que expliquei a varios funcionarios deste municipio e principalmente ao director o Sr. ---------, que a atitude dos funcionarios desta câmara não estava a ser correcta nem adequada aos meus direitos de cidadão Portugues. Este director reconheceu que havia um comportamento ilicitio (varios lapsos) a meu encontro, e nunca demonstrei uma atitude agressiva ao encontro dos funcionnarios. Em consequencia a resposta do director não pode carecer a fundamentação da reclamação apresentado sobre o N° 7, que apresentarei as provas da minha argumentação no tribunal competente, se eles continuarem a escutar o Sr ----------------.

 

Contestações a reposta da reclamação n°8. Notifica-se que os fiscais municipais ------- se deslocaram a residência da minha mãe no dia 27 de setembro 2005 , para constatarem a existencia de duas janelas dando seguimento a uma reclamação apresentada na câmara por ------------ contra obras executadas na referida residência à muitos anos...

 

Acontece que estes fiscais municipais depois de imvadirem a propriedade sem pedir autorização encontraram-se en frente a dois buracos de pequena dimenção que bem evidentemente não são janelas, mas apenas pequenos buracos que não prejudicam ninguem e servem unicamente de ventilação para as aves.

 

Os fiscais não satisfeitos com as “janelas” encontradas, implicaram com a magedoura de uma égua e de placas de cobertura que jà foram pousadas à muitos anos, abusando da boa fé da minha mãe.

 

Estes fiscais municipais faltaram ao respeito a minha mãe ao entrar na sua propriedade privada sem qualquer autorização e tiveram uma atitude extremamente incorrecta ao implicarem sobre obras realizadas à muitos anos, e que não estavão na reclamação apresentada. Sucede que os fiscais de forma cordial e sem o minimo incidente abusaram da boa fé da minha mãe, sendo manipulada à vontade destes.

 

Declaro que estou em processo com a reclamante juntamente com o Sr ---------, estes não hesitam a utilizar os organismos oficiais e dos seus conhecimentos pessoais para me complicarem a existencia au maximo, emplicando a responsabilidade destes organismos nos seus problemas pessoais. Recordo mais uma vez que minha mãe sofre de diabetes, é viuva e idosa e não posso permitir que a empliquem nos meus problemas pessoais.

 

Os fiscais desta câmara municipal deverão assumir inteiramente as consequencias das atitudes abusivas praticadas a seu encontro.

 

Esperando uma atitude mais respeituosa a seu encontro.

 

Creia-me antecipadamente grato pela atenção despensada e subrescrevo-me com extrema elevada consideração.

 

                 

 

                                                                                        Fernando Sergio Gomes Lopes  

 

 

 

Copia: Dr Carlos NAVEGA MOREIRA Advogado

 

Publié dans CAMARA MUNICIPAL

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article